segunda-feira, 9 de abril de 2007

Testemunho:

Conheci Jesus aos 22 anos de idade através de uma irmã de sangue. Eu tinha apenas 4 meses de casada quando numa visita a casa dela, me levou a receber Jesus como meu Senhor e Salvador. A partir daí foi um passo após o outro. Foi no dia 31 de abril de 1987 que desci as águas do batismo e alguns meses depois fui batizada com o Espírito Santo.
Antes de conhecer Jesus eu era catequista e participava de grupo de jovens. Então você me pergunta:
”Como você sendo catequista e participante de grupos da igreja, você não conhecia Jesus?” Eu sempre respondo: “Antes eu conhecia a história de Jesus. Hoje, eu conheço o Jesus da história.” E você pode me dizer:” Qual é a diferença?” Te respondo: “Muita!!!! Um, era muito histórico.....superficial.....não mudava a minha vida.....era morto. O outro, age na minha vida....Está vivo....Muda as circunstâncias....mudou a minha história...Temos uma aliança...” À medida que o tempo passa, prossigo em conhecer, porque é um processo, é uma caminhada constante, é de um degrau de glória a outro degrau de glória....e vou a cada dia crescendo em conhecimento e graça.
Hoje, eu louvo a Deus por ter me tirado da ignorância em que eu vivia. Acreditava em tudo e misturava todo o tipo de crenças e supertições. Conhecia a bíblia de uma forma fragmentada, sem contexto e sem poder. Não sabia que o evangelho era o poder de Deus. Mas Jesus, me alcançou, “Me tirou da potestade das trevas e me transportou para o reino do filho do seu amor....”(Colossenses 1: 13).
---------------------------------------------------------------------------------------------------------------
---------------------------------------------------------------------------------------------------------------

HABACUQUE 3:2 "...aviva a tua obra, ó Senhor, no decorrer dos anos..."Deus acende a chama do avivamento e nós temos a responsabilidade de mantê-la acesa. Que não sejamos pessoas voltadas para nós mesmos, orgulhosas e negligentes. Que possamos administrar esse grande presente de Deus ora outorgado a nós.O avivamento não é apenas as igrejas cheias de pessoas que freqüentam uma denominação, que mudam de religião, mas sim, que sintam o verdadeiro arrependimento, que mudem de atitudes. Só o poder transformador, salvador do evangelho de Jesus cristo que realmente levará as pessoas à conversão genuína. Vamos desejar que este avivamento venha na nossa vida e na igreja. Amém!!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Depois de escrever seu comentário, o autor do blog verificará a aprovação. Seja avisado que, somente no caso de qualquer palavra ofensiva encontrada na sua juicio, sua opinião não será publicada. Obrigado por deixar o seu comentário.